Color logo - no background.png
  • Denise Castro

Um coelho soprou no meu ouvido...


... dizendo que você iria aproveitar a Páscoa para escrever sobre ele. O danado ficou super empolgado com a possibilidade de estar em sua imaginação. Ele entende que muita gente já criou teses explicando a razão dos ovos existirem ou dele mesmo existir, basta escrever no Google boas e certeiras palavras-chave que você vai encontrar, entretanto ele continua inquieto e curioso, uma vez que cada ser humano imagina ou conta a mesma história de maneiras diferentes. Mais impressionante ainda é contar, escrever, dizer como ninguém nunca o fez. É possível?

Há um velho ditado que diz: "nada se cria, tudo se recria."

O coelho replicou:

- Pensemos: o ato de recriar é ter como base algo que já existia e torná-lo diferente em algum aspecto. Esse elemento novo pode vir a ser um diferencial considerável. O que nos leva a um questionamento: esse elemento novo não pode ser também uma nova criação?

Ah coelho maroto...

Não basta soprar no meu ouvido algumas ladainhas, tem que encher as vossas cabeças de perguntas. Mas aproveitando a curiosidade do pequenino fofo e peludo, convido-os a viajar nesse feriado para dentro de si e colher ovos de memórias sobre o que é a Páscoa ou como ela poderia ser. Não deixe esses ovos serem aprisionados ou manipulados pelo coelho maroto. Lembrem-se do que acontecia às memórias de Bastian em História sem Fim.

Uma boa Páscoa a todos!

E boa Escrita!

P.S: Se quiser que eu leia sua história, envie o texto para Obeabadaescrita!

#Criatividade #Sugestão #Tema #Páscoa #Narrativas

37 visualizações
instagram-icon-960.png

Acompanhe também no Instagram @obeabadaescrita

Visite nosso canal no YouTube.

Assine a nossa Newsletter